jusbrasil.com.br
18 de Outubro de 2017

Os tipos de pesquisa no direito: a pesquisa quanto à forma de abordagem

Da série: como elaborar uma monografia jurídica

Marcio Morena Pinto, Advogado
Publicado por Marcio Morena Pinto
há 3 anos

Dando continuidade ao tratamento dos tipos de pesquisa científica no direito, neste último artigo sobre o tema trataremos sobre os tipos de abordagem.

A escolha das técnicas que serão utilizadas para a coleta de dados, assim como a sua forma de análise e interpretação, definirá se a pesquisa será classificada como de abordagem predominantemente quantitativa, enfocando dados mais estatísticos, ou qualitativa, trabalhando com dados que não podem ou não têm como serem medidos, como por exemplo, crenças, valores ou atitudes.

A pesquisa quantitativa é utilizada para gerar medidas precisas e confiáveis que permitam ao pesquisador proceder a uma análise estatística, através de dados representados percentualmente. Por essa razão, esse tipo de pesquisa é bastante utilizado durante as eleições.

A partir de uma amostragem da população torna-se possível quantificar as preferências do eleitorado. O objetivo dessa modalidade de pesquisa não é outro senão investigar quantas pessoas de uma determinada população compartilham uma característica ou um grupo de características comuns.

Segundo Chizzotti (2003, p. 221), o termo “qualitativo” implica uma partilha densa com pessoas, fatos e locais que constituem os objetos da pesquisa, com o fito de extrair desse convívio os significados visíveis e latentes que somente são perceptíveis por meio de uma atenção mais sensível por parte do investigador.

Por sua vez, a pesquisa qualitativa, diferentemente da quantitativa, é utilizada quando se buscam percepções e entendimentos sobre a natureza geral de uma determinada questão, abrindo-se espaço para a análise do investigador, justamente porque as informações por meio dela obtidas não podem ser quantificáveis.

Portanto, a interpretação dos fenômenos e a atribuição de significados são básicas no processo de pesquisa qualitativa.

Referência bibliográfica:

CHIZZOTTI, Antônio. A pesquisa qualitativa em ciências humanas e sociais: evolução e desafios. In: Revista Portuguesa de Educação, Braga; v. 16, n. 2, p. 221-236, 1979.

0 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)